Tenebroso Massacre de Srebrenica, o crime mais horrendo da Guerra da Bósnia

Um soldado do grupo Paramilitar Sérvio chuta violentamente a cabeça de uma senhora muçulmana, em 1995, durante o primeiro dia do conhecido Massacre de Srebrenica, um genocídio que matou cerca de 9 mil bósnios muçulmanos, durante o conflito conhecido como Guerra da Bósnia.

O Massacre de Srebrenica foi um assassinato em massa, ocorrido de 11 a 25 de julho de 1995, que dizimou a vida de aproximadamente 9 mil bósnios muçulmanos, as principais vítimas foram garotos pré-adolescentes e homens em idade fértil, mas idosos e mulheres grávidas também não foram poupados.

Durante a Guerra da Bósnia, a Sérvia, país majoritariamente cristão, tinha planos de exterminar muçulmanos, para tal, além de caçar o grupo religioso, também patrocinou grupos paramilitares, um desses agrupamentos era conhecido como “Os Escorpiões”, e respondiam o comando de General Ratko Mladić. Quando a Sérvia conseguiu avançar por território bósnio, a cidade com maior resistência aos avanços das forças armadas e que recebeu o maior número de refugiados muçulmanos foi Srebrenica.

Ruas do local cobertas de sangue

Os Escorpiões foram enviados para a cidade e iniciaram um genocídio que ficou conhecido como “Limpeza Étnica”. A mando do general, os soldados paramilitares lotaram 100 ônibus com homens das mais variadas idades e os assassinaram brutalmente a tiros de fuzil, a golpes de ferramentas como marretas e pás. Outros foram enterrados vivos, mulheres grávidas também foram mortas, restando vivos apenas os que conseguiram fugir ou homens e mulheres mais velhas, acima de 77 anos de idade.

O massacre de Srebrenica é o maior assassinato em massa da Europa desde a Segunda Guerra Mundial. Foi o primeiro caso legalmente reconhecido de genocídio na Europa depois do Holocausto.

Clique aqui e se inscreva em nosso canal do YouTube

Referências:

Please follow and like us: