Fogo Foguinho, Titíla e Demonão: Os nudes de Dom Pedro I para a sua amante

Carta trocada

Dom Pedro I, imperador do Brasil, teve uma vida com muitas amantes.
Muito já se sabe sobre a vida desse interessante personagem da história brasileira, mas pesquisas recentes, que se aprofundaram na vida privada do Monarca, mostram cartas que ele trocava com Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos, uma de suas amantes mais famosas.

Marquesa de Santos

Fogosos, o casal trocava cartas picantes, que hoje poderiam ser relacionadas aos famosos nudes que povoam o mundo virtual. Dom Pedro chegou a enviar desenhos do próprio pênis e a receber desenhos dos seios, vagina e pernas de Domitila. Tudo levado por um mensageiro real, escalado para o cargo de ZAP ZAP humano.

Os dois também se chamavam por nomes picantes como: Titila e Demonão. Fogo Foguinho.
Dom Pedro também chamava o próprio pênis de “máquina triforme” e “tua coisa”.

“Amada, espera que a noite nos apalparemos por dentro e por fora”.

Clique aqui e se inscreva em nosso canal do YouTube

Referências:
PRIORE, Mary Del. “A carne e o sangue: A imperatriz D. Leopoldina, D. Pedro I e Domitila, a marquesa de Santos”. Rio de Janeiro: Rocco, 2012.
REZZUTTI, Paulo. “Titília e o Demonão: cartas inéditas de D. Pedro I à marquesa de Santos”. São Paulo: Geração. 2011.

Please follow and like us: