O Apagão que popularizou o Hip Hop nos Estados Unidos

O que um apagão em Nova York, em 1977, tem a ver com o seu disco do Racionais ou os clipes do Eminem?

Todo movimento cultural tem um episódio que simboliza sua força e popularização. Com o movimento Hippie, por exemplo, podemos citar o Woodstock.

Um dos movimentos culturais mais conhecidos da atualidade, o Hip Hop, que tem sua gênese na Jamaica, mas se populariza e ganha contornos nas periferias de Nova York, também foi impulsionado por um peculiar evento: o apagão de 1977.

No dia 13 para 14 de julho de 1977, uma sobrecarga no sistema de energia da cidade causou um apagão no início da noite. A falta de energia adentrou madrugada e as consequências sociais desse acidente mudaram para sempre a história da música mundial.

Em meados dos anos 70, o Hip Hop já ganhava bastante terreno, ficando cada vez mais conhecido entre os habitantes das áreas mais pobres de Nova York.

Mesmo com o crescimento do ritmo, havia uma dificuldade enorme em difundir o know how para popularizar e massificar a produção ligada ao estilo. Essas dificuldades decorriam do alto custo da aparelhagem de som. Para montar uma Pick UP e levar o som para outros lugares, era preciso desembolsar uma grana considerável. Como o país passava por uma estagnação econômica e a taxa de desemprego era altíssima, principalmente entre os negros, poucos eram os DJs que dominavam a arte e podiam realizar os famosos bailes.

Quando ocorreu o apagão, em 1977, a população protagonizou a maior onda de saques a lojas da história da cidade. Entre os itens mais levados pelas pessoas, estavam os aparelhos de som e discos de vinil. Estima-se que um terço do estoque de eletrônicos ligados à produção e reprodução de música foram levados durante as 12 horas de distúrbio.

Após aquele dia 14 de julho, em todo canto de Nova York, podia-se encontrar pick Ups e aparelhagens de som, o que garantiu a popularização do gênero e o aumento significativo de criadores de conteúdo ligados ao Hip Hop.

Atualmente, qualquer livro sério sobre a história do movimento cultural considera o apagão de 1977 como um ponto crucial para a história do desenvolvimento do Hip Hop no mundo.

Antes do episódio relatado acima, alguns nomes já eram bastante conhecidos como: Afrika Bambaata & The SoulSonic Force, Grandmaster Flash & The Furious Five.

Mas a proliferação de DJs depois do apagão foi notável e histórica. Segundo Grandmaster Caz, um dos nomes mais conhecidos da época, os saques “fizeram surgir mil novos DJs”.

Referências:

https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/08/15/Como-um-apag%C3%A3o-em-Nova-York-impulsionou-o-surgimento-do-Hip-Hop

https://www.thevintagenews.com/2018/07/21/new-yorks-1977-blackout/

https://www.debate.org/opinions/did-the-1977-blackout-in-new-york-city-contribute-to-the-rise-of-hip-hop

https://ambrosiaforheads.com/2017/07/40-years-ago-a-new-york-city-blackout-turned-up-the-power-on-hip-hop-video/

Please follow and like us: