O sequestro de Wellington Camargo: 94 dias de horror e medo

Nos anos 1990, a dupla Zezé Di Camargo e Luciano estava no auge da sua fama, vendendo muitos discos e lotando shows. Isso fez com que a família Camargo ficasse em evidência e tivesse a sua intimidade publicada nos mais variados meios de comunicação.

Nesse contexto, Wellington Camargo, irmão da dupla famosa, foi alvo de um sequestro. Ele foi levado de sua casa no Jardim Europa, em Goiânia, no dia 16 de dezembro de 1998 e passou 94 dias no cativeiro.

Foram dias de muita tensão e medo, além de uma intensa cobertura midiática. Apenas cinco dias depois do sequestro, os sequestradores fizeram o primeiro contato e iniciaram as negociações.


Na madrugada do dia 13 de março de 1999, um pedaço da orelha de Wellington e um bilhete foram enviados para uma emissora de televisão de Goiânia. O objetivo era pressionar a família para que o resgate realmente fosse pago.

Em 20 de março, a família Camargo pagou 300 mil dólares para que Wellington Camargo fosse libertado. No dia seguinte, ele foi deixado dentro de um buraco de 1,5 me de profundidade, a 150 metros de uma estrada vicinal, entre Goiânia e Guapó.


Encontrado por dois motociclistas, que o viram acenando dentro do matagal, Wellington foi reconhecido e, finalmente, pôde retornar para casa.
Os dias que passou no cativeiro o deixaram muito debilitado e emocionalmente abalado. Além disso, a sua orelha estava infeccionada e seu corpo estava cheio de escoriações, já que Wellington é tetraplégico e teve que se arrastar para sair da vala onde tinha sido deixado.
Em depoimento, ele disse que passou a maior parte do tempo encapuzado, foi ameaçado de morte diversas vezes e dopado antes de ser deixado no buraco em que foi encontrado.


Três dias depois do pagamento do resgate, sete dos dez sequestradores foram presos em Campo Grande. Os outros três foram presos algum tempo depois. A quadrilha era chefiada por Osmar Martins e Ozélio Oliveira. Eles foram condenados pelo crime em novembro de 1999.
Atualmente, Wellington Camargo segue carreira na música gospel e diz que o sequestro fez com que passasse a ter uma vida mais reservada. Ao relembrar o episódio, ele afirma que foi a sua fé que o manteve vivo e fez com que conseguisse superar o trauma dos dias de horror que viveu no cativeiro.

Referências:

https://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff22039917.htm
https://www.folhadelondrina.com.br/geral/wellington-camargo-revela-detalhes-do-sequestro-familia-recebe-dinheiro-do-resgate-136933.html
https://tvefamosos.uol.com.br/noticias/redacao/2021/04/26/welington-camargo-relembra-sequestro-tinha-de-tudo-para-morrer-ali.htm

Please follow and like us: