O Dia das Crianças Paraguaio: o massacre, protagonizado pelo Exército Brasileiro, que criou a data no país

Conheça o triste episódio de guerra envolvendo o Brasil, que deu origem ao Dia das Crianças no Paraguai

A batalha de Acosta Nu, dia no qual se comemora simbolicamente o Dia das Crianças, por causa da quantidade de pequenos que o exército brasileiro matou naquele dia.

A guerra do Paraguai foi um conflito bélico entre Brasil e o país sul-americano que durou o suficiente pra matar mais de um terço da população paraguaia. O sangrento combate, estourado por conta de conflitos econômicos e interesses imperiais, colocou países da América do Sul como Uruguai, Argentina e Brasil, contra o pequeno Paraguai.

Em 16 de agosto de 1869, em plena Guerra do Paraguai, um exército composto por 500 soldados veteranos e cerca de 3,5 mil crianças e adolescentes paraguaios enfrentaram o exército invasor de cerca de 20 mil soldados, a maioria brasileiros.
Comandados pelo Conde D’Eu, marido da princesa Isabel, e conhecido no Brasil como carniceiro, pela forma violenta como enxergava a resolução de conflitos, o exército invasor dizimou o que sobrou do exército paraguaio.

A loucura foi tanta que crianças, de 6 e 7 anos, chegaram a usar barbas postiças e pintar os rostos para parecer mais velhas nos campos de batalha. Os generais paraguaios foram cruéis em colocar os pequenos para lutar. Porém, historiadores afirmam que a Guerra já estava vencida e não havia necessidade do confronto.

Atenção: a imagem de capa é meramente ilustrativa, pois não foi possível encontrar imagens referentes ao acontecimento

Referências

https://www.bbc.com/portuguese/amp/brasil-49374449

https://www.terra.com.br/…/acosta-nu-a-sangrenta…

https://noticias.uol.com.br/…/acosta-nu-a-sangrenta…

https://www.redebrasilatual.com.br/…/guerra-do…/

Please follow and like us: