A Política de Apaziguamento que mostrou os perigos de acreditar em palavras de governantes loucos

Ao final da Primeria Guerra Mundial a Alemanha se tornou a principal responsável pelos prejuízos causados pelo conflito. Penalizada como grandes perdas militares e tendo que entregar boa parte de seu PIB para outros países europeus, o país germânico entra em uma crise política e econômica violentíssima. Essas condições, criaram um terreno fértil para o nascimento e crescimento do Nazismo. Uma ideologia que desrespeitava do mais corriqueiro ao mais essencial direito da pessoa humana.

Hoje no Mundo Militar บนทวิตเตอร์: "Neste dia em 1938 a desastrosa e  terrível "política de apaziguamento" de Neville Chamberlain atingiu o seu  ponto máximo c/o primeiro-ministro britânico retornando p/a Inglaterra e  acenando


Com medo de mais mortes, e para evitar outras guerras, sob a égide do terror e prejuízo humano causado pela Primeira Guerra, líderes de países europeus resolveram adotar a chamada “Política de Apaziguamento”, deixando Adolf Hitler, no começo dos anos 30, puxar a corda da paciência mundial.

Conferência de Munique - História do Mundo


Em 1938, o Primeiro Ministro Britânico, Neville Chamberlain foi instado para resolver os ataques que Hitler estava fazendo a outros países. A fim de tentar amenizar o conflito, Neville concordou em sacrificar a Tchecoslováquia e deixar o país se invadido pelo Exército Alemão. Em troca, Hitler, um maluco paranóico, prometeu não invadir mais outros países, sobretudo a Polônia, que tinha aliança central com França e Inglaterra.
Acreditando na palavra do Ditador, Chamberlain citou a frase “Saímos dessa importante reunião com Paz para o Nosso Tempo”.

Blitzkrieg Mapa | GeoBau

Ao tocar tambor pra louco dançar, o Primeiro Ministro confiou na palavra de um homem sem caráter. Em 1939, Hitler descumpriu o acordo, enviou tropas para a Polônia, e o mundo foi jogado em uma Guerra Mundial que vitimou mais pessoas do que a Primeira.
Sobrou a Chamberlain perder a eleição, ser destituído do cargo e ouvir, de um cidadão em frente à Bankhan a seguinte frase:
“Quando se dá corda para governantes loucos, eles não se matam, mas enforcam os outros”

Referências

https://encyclopedia.ushmm.org/content/pt-br/article/german-foreign-policy-1933-1945

https://www.revistamilitar.pt/artigo/460

https://www.algosobre.com.br/videoaulas/214-historia/169-2-guerra-mundial-expansao-nazista-e-politica-de-apaziguamento.html

Please follow and like us: