Teorias da conspiração, debates e polêmicas: a história de “Caverna do dragão”

Nos anos 80, diversos desenhos fizeram parte da infância de muitas crianças. “Caverna do dragão” certamente foi um deles. Criado por Kevin Paul Coates, Mark Evanier e Dennis Marks, o desenho foi inspirado no jogo de RPG “Dungeons e Dragons”.  

Foram três temporadas exibidas na CBS, nos Estados Unidos, entre 17 de setembro de 1983 e 7 de dezembro de 1985. No Brasil, ele passou a ser exibido pela Rede Globo em 1986 e conquistou elevados índices de audiência, sendo exaustivamente reprisado na TV.

27 episódios foram ao ar. O roteiro do vigésimo oitavo episódio chegou a ser escrito, mas o desenho foi cancelado antes que ele fosse exibido, deixando os milhares de fãs com a dúvida sobre qual foi o destino das personagens.

Em 2020, um desfecho baseado no roteiro escrito por Michael Reaves foi criado a partir de cenas retiradas de outros episódios. Assim, para alegria dos fãs, “Requiem”, o episódio final da série, ganhou vida a partir do roteiro de Reaves e daquilo que os idealizadores do projeto julgaram que seria condizente com a linha narrativa dos episódios que foram ao ar.

Exibido por mais de 20 anos no Brasil, o desenho despertou uma série de teorias e debates sobre seu final e sobre o real sentido do que acontecia com as personagens, até mesmo estudos psicanalíticos foram motivados a partir de “Caverna do dragão”.

O enredo narra a trajetória de seis amigos que estão em um parque de diversões e vão parar em um reino misterioso após entrarem em uma montanha-russa chamada “Caverna do dragão”. Ali eles enfrentarão gigantes, trolls e dragões, terão que lidar com as maldades do vilão Vingador e desvendar as orientações enigmáticas do Mestre dos Magos.

Eles recebem armas mágicas do seu guia e, desse modo, Hank, Eric, Diana, Sheila, Presto e Boby começam a sua jornada em busca do caminho de volta para casa. Nesse percurso, eles contam com a amizade da unicórnio Uni e enfrentam diversas batalhas para vencerem os obstáculos que surgem durante a travessia em meio àquele reino desconhecido.

Com o cancelamento inesperado do programa, as dúvidas e teorias que pairavam na cabeça dos fãs foram ainda mais intensificadas. O que teria realmente acontecido com os adolescentes? Vingador e Mestre dos Magos seriam a mesma pessoa? Uni seria realmente um unicórnio? Existiria um caminho de volta ou eles estariam mortos? Haveria redenção para o Vingador? Ele seria de fato filho do Mestre dos Magos?

Essas e tantas outras perguntas motivaram inúmeras discussões em fóruns sobre o desenho. Além disso, diversas homenagens e adaptações foram feitas, inclusive uma versão em quadrinhos que trazia o final escrito por Reaves.

E qual o segredo para que o desenho fizesse tanto sucesso nos anos 80 e 90 e até hoje despertasse uma série de memórias da infância em seus fãs? A cada episódio uma nova missão surgia para as personagens. Além da busca pelo caminho de casa, eles assumiram o papel de lutar contra o mal que domina o reino encantado no qual foram parar. O desejo de poder do Vingador vai sendo combatido pelos adolescentes, magias vão sendo quebradas, prisioneiros vão sendo libertados, o confronto entre o bem e o mal marca toda a jornada. Além disso, eles se veem também em uma jornada de descoberta interior, tendo que lidar com a suas próprias angústias e desafios. A emoção também marca alguns dos episódios, relações afetivas vão sendo estabelecidas entre as personagens, Boby se vê no constante embate entre o desejo de ir para casa e o medo de ter que deixar Uni para trás, enfim, a aventura que marca os episódios é mesclada com questões humanas, que mexem com as emoções dos espectadores e isso contribui para o sucesso.

Em meio a dilemas, a um mundo cheio de fantasias, ao sonho de encontrar o caminho de casa, o grupo de amigos vai descobrindo as suas potencialidades e amadurecendo e nós seguimos com eles nessa jornada que encantou milhares de crianças e adolescentes por longos anos.

Referências:

http://periodicos.unicathedral.edu.br/revistafacisa/article/view/439/438

https://f5.folha.uol.com.br/cinema-e-series/2019/05/adaptacao-de-caverna-do-dragao-para-o-cinema-esta-sendo-gravada-apontam-sites.shtml

https://www.bol.uol.com.br/listas/8-segredos-e-teorias-da-conspiracao-sobre-o-desenho-caverna-do-dragao.htm

https://cultura.estadao.com.br/galerias/televisao,caverna-do-dragao-mitos-verdades-curiosidades-e-possiveis-finais-da-serie,29623

Please follow and like us: