PUBLICIDADE

Essa é a mistura do Brasil com Egito: A longa e interessante trajetória da tilápia das águas do Nilo aos açudes brasileiros

Tilápia é um dos peixes mais consumidos do mundo. Sua presença é identificada em abundância nos cinco continentes que compõem o mundo.

Além dessa popularidade o famoso peixe é também o mais antigo animal aquático a ser criado para corte.

Original do Nilo, a tilápia foi o primeiro peixe usado pelo governo egípcio há mais de 4000 mil anos antes de Cristo.
Os faraós mandavam controlar a reprodução dos peixes para que eles servissem de alimentos durante os períodos de fome no Egito, criando-os em um sistema de canalização de água do grande rio Nilo.

De lá para cá, a tilápia tem servido de alimentação para populações de diversos lugares do globo.

Inclusive, sua inserção no Brasil se deu por questões alimentares. A tilápia foi inserida nas águas doces do país durante os anos 70, através da empresa de energia Light, que encomendou 10 subespécies diferentes do animal e distribuiu em açudes, tanques e pequenos rios da região sudeste e nordeste, em regiões nas quais a fome se fazia presente. Acredita-se que além do peixe, que é de rápida reprodução, ter ajudado a matar a fome de milhões de brasileiros, a tilápia também ajudou a aquecer a economia e criou todo um mercado em cima de sua criação e de sua saborosa carne.

Please follow and like us:


PUBLICIDADE