Conheça a origem do Dia da Mentira

Há várias versões sobre o surgimento desse dia, porém a mais aceita pelos historiadores toma como referência a história francesa. Durante boa parte do Século XVI, o Ano Novo era comemorado na semana de 25 de março a primeiro de abril, até que, em 1564, o Rei da França, Carlos IX, instituiu o calendário Gregoriano, alterando a passagem de ano para 1 de janeiro.

Com a resistência da população e dificuldade de comunicação de informações, muitas pessoas continuaram comemorando o réveillon durante a última semana de março e início de abril. Os mais bem informados e a nobreza da época, que já haviam aderido ao novo calendário, começaram a fazer chacota com a população, que insistia em acreditar na antiga data. Esses resistentes foram chamados de “mentirosos de abril”, pois o dia primeiro já não era mais a passagem do ano e muitas pessoas ainda acreditavam nisso.

A fama do Dia da Mentira se espalhou pela Europa e chegou às Américas. Aqui, no Brasil, há um episódio famoso ocorrido em primeiro de abril de 1848, quando um jornal de grande circulação publicou que Dom Pedro II havia morrido. A mentira viralizou tanto que a redação do periódico precisoi publicar durante um mês manchetes desmentindo a notícia falsa. Quando ocorreu o golpe de 1964, entre o dia 31 de março e primeiro de abril, o dia ficou ainda mais famoso, pois os generais diziam se tratar de uma revolução, mas a história fez a leitura como Golpe.

Referências:

https://www.dictionary.com/e/fool/

https://veja.abril.com.br/ciencia/1o-de-abril-de-onde-surgiu-o-dia-da-mentira/amp/

https://super.abril.com.br/historia/por-que-1o-de-abril-e-o-dia-da-mentira/amp/

https://www.history.com/topics/holidays/april-fools-day

Please follow and like us: