Monstro dos Andes: o sinistro serial killer que matou ao menos 300 pessoas em vários países da América do Sul

Pedro Alonso Lopez nasceu na Colômbia, em Santa Isabel, estado de Tolima. Filho de uma prostituta, teve uma infância bem pesada. Após ser abusado por clientes da mãe, foi mandado embora de casa depois que estuprou a própria irmã, com apenas oito anos.

Andando pelas ruas da cidade, foi recolhido por um pedófilo.  Lopez viveu com esse homem por 6 anos, até que foi preso pela primeira vez por roubo. Após várias passagens pela prisão, brigou com uma gangue de quatro homens. Depois de tomar uma surra, prometeu vingança e matou todos os membros da quadrilha.

Conseguiu fugir da prisão e mudou de país, foi para o Peru. Em 1978, passou a estuprar e matar meninas de 12 a 18 anos de idade. Estima-se que tenha feito, apenas naquele país, mais de 100 vítimas.

Lopez andava pelas partes rurais e urbanas do país, poucos dias em cada cidade, onde sequestrava, abusava e matava as garotas. Às vezes, as cortava em pedaços.

Após ter levantado suspeitas no país, Lopez mudou para o Equador em 1980, onde passou a matar ao menos três vezes por semana. Também montou um esquema de prostituição e escravização sexual de mulheres, matando-as e filmando para vender as fitas.

Pedro Alonso foi responsável pela morte de mais de 150 mulheres no Equador, o que lhe rendeu o apelido de Fera dos Andes. Com a repercussão de seus crimes, passou a fugir de um país para o outro no Eixo Peru, Equador e Colômbia. Durante sua passagem por uma tribo indígena colombiana, ele foi preso pelos índios e iria ser executado. Acabou salvo por um missionário protestante.

Após voltar ao Equador, ele continuou fazendo muitas vítimas. Em 1988, Lopez foi preso, após descobrirem um cemitério no qual ele enterrou ao menos 50 vítimas, todas mulheres.

Ele confessou cerca de 300 assassinatos, embora a polícia tenha encontrado os corpos de apenas 100 deles. Foi solto após cumprir a pena máxima de 20 anos em regime fechado.  Após a libertação, o “Monstro dos Andes” nunca mais foi visto.

Referências:

https://historydaily.org/the-monster-of-the-andes-no-one-knows-were-this-serial-killer-is-hiding-now

https://www.biography.com/.amp/crime-figure/pedro-alonso-lopez

https://www.thoughtco.com/pedro-alonso-lopez-the-monster-of-the-andes-973173

Please follow and like us: