O Terror da Klan: a história do homem que tirou mais de 200 membros da KKK apenas com o diálogo

A Klu Klux Klan é uma organização racista que surgiu no seio do Sul dos Estados Unidos. Ao longo de dois séculos de existência, a instituição promoveu crimes terríveis e absurdos contra os negros. O grupo, que tem uma filosofia desprezível, cresceu ao longo dos anos, arrastando para dentro dela autoridades, políticos e todo tipo de racista.
Há pelo menos três décadas, Daryl Davis, um músico negro, resolveu confrontar esses homens em violentos debates. Daryl entra em contato com membros da Klan, convida-os para um debate e, através da confrontação de ideias, ele convence, de forma pedagógica, o racista a abandonar a militância racista e a levar uma vida normal.
Davis passou a perceber que a lavagem cerebral em que esses membros estão envolvidos não é impenetrável.
A primeira vez que Davis adotou esse método foi no início dos anos 80, quando fazia parte de uma banda country que viajava pelo Sul. O artista estava em um bar, quando convidou um caminhoneiro que tinha a suástica tatuada no braço para uma conversa. A habilidade de expor as contradições do pensamento racista fez com que o caminhoneiro se convertesse a uma igreja batista cujo pastor era negro e boa parte dos membros também.

O músico negro que se aproxima de membros da Ku Klux Klan para fazê-los  repensarem seu racismo - BBC News Brasil


As primeiras palavras do racista foram: “Essa é a primeira vez que sento para beber com um negro”.
E Davis respondeu: “E você acha que foi muito ruim? “
E o racista respondeu: “Nunca achei que tinha algo em comum com negros”.
Pronto, o método de Davis estava criado. Confrontar o racista mostrando que os dois, independente da cor, têm coisas em comum.
Ao longo de quase quarenta anos, o músico convenceu mais de 200 racistas a sair da Ku Klux Klan. Ele chegou a ser considerado persona non grata e caçado por células da organização. Porém, foi defendido por ex-membros e pela comunidade negra.

Daryl Davis Inspiring Students — Dublin School
Davis dá palestra


Após as 200 conversões, Davis crava: “Nunca quis converter ninguém. Em minha missão, algumas dessas pessoas acabaram convertendo a si mesmas.”


Se quiser conhecer o assunto mais profundamente, indicamos essa obra abaixo. É muito interessante e completa

Acesse o link abaixo e se cadastre no Kindle, e tenha milhares de e-book na palma da sua mão
Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/32TUgiG

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/32TtM0z

Referências:

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-38516892

https://www.abc.net.au/triplej/programs/hack/daryl-davis-black-musician-converting-ku-klux-klan-members/12455278

https://www.washingtonpost.com/wp-srv/style/features/klan.htm

Please follow and like us: