Jesus Norberto, o ateu e comunista criador do Guaraná Jesus

No dia 29 de outubro, em uma visita ao Maranhão, o presidente da República Jair Bolsonaro tomou um gole do famoso guaraná Jesus e questionou, em uma piada sem graça, se tinha “virado Boiola” após tomar o líquido de cor rosa. O assunto ficou entre os trending topics no Twitter, o que trouxe à tona a origem comunista do refrigerante.

O Guaraná Jesus, bastante conhecido no Maranhão, foi inventado pelo farmacêutico Jesus Norberto Gomes, em 1927, quando refrigerante ainda não era um produto conhecido mundialmente. Com a bebida sabor “guaraná da Amazônia”, Jesus montou, junto com sua família, uma fábrica para produzir e vender o famoso refrigerante “Jesus”.

Jesus Norberto, o proprietário da fábrica, era ateu e simpatizante do Partido Comunista. Ele dividia os lucros de sua fábrica com os funcionários.
Ao longo dos anos, o guaraná passou a ser assediado por grandes corporações, até que foi comprado pela cervejaria Antarctica.

A neta de Jesus Norberto, comentou essa semana no Twitter, que o avô era alguém que falava em diminuir a desigualdade social no país, por isso, era tachado como o famoso “comunista”.
Conforme Roberta Gomes, “Se o imbecil Bolsonaro soubesse que meu bisavô Jesus, criador do Guaraná Jesus, era admirador do comunismo e dividia lucros da empresa com funcionários (décadas 20/30/40), ele nem tinha dado um gole no refri e nos poupava de mais uma de suas asneiras preconceituosas e grosseiras”.

Please follow and like us: