As origens do “Homem do Saco”


O terror das crianças desobedientes é muito conhecido nos países latinos

Gravura do Século XVIII mostrando o homem do Saco – Abraham Bach der Ateler

Quando você era criança, quantas vezes foi chantageado por seus pais ou pessoas mais velhas sobre o perigo de desobedecer a ordens sob pena de ser levado para sempre pelo temido “Homem do Saco”?
Acredita-se que essa lenda surgiu há muitos anos na Espanha e ficou mais famosa após um terrível crime, ocorrido em 1910, em que uma criança, Bernardo Gonzalez, foi sequestrada e morta por um homem. Esse homem usou um saco de balas para atrair e outro para carregar o corpo do garoto já sem vida.
Mesmo com esse caso pontual, não é possível explicar a força que a lenda ganhou, pois na Ásia e até no Haiti podemos encontrar variações do personagem.
Outra versão interessante para a origem diz respeito aos ciganos. Povo que sofre, até hoje, um extremo preconceito. Alguns velhos ciganos que se separavam de seu povo, passavam de casa em casa vendendo quinquilharias que carregavam dentro do famoso saco. A xenofobia de que esse povo era vítima fomentava essas histórias.
Na Argentina e Chile e em algumas regiões do Brasil, a lenda é conhecida como o “Velho do Saco”, um homem barbudo, com aspecto sujo e que carrega um grande saco, capaz de levar as crianças embora.
Por mais que seja uma lenda, durante anos e anos, a história do Homem do Saco serviu para coagir crianças a não desobedecerem aos pais e garantir que elas se mantivessem sempre sobre os olhos dos genitores.

Please follow and like us: