O soco mortal de Sugar Ray: a trágica e perturbadora morte no ringue que mudou a história do boxe

Apesar de Muhammad Ali e Tyson serem mais conhecidos pelos holofotes, os especialistas do esporte apontam Sugar Ray Robinson como o maior pugilista de todos os tempos.

Dono de um cartel invejável, Sugar ganhou 173 combates e mandou para a lona 108 adversários, tudo isso em 200 lutas. Como amador, nunca foi derrotado. Venceu todos os grandes nomes da época, como Jake LaMota, Rocky Graziano, Kid Gavilan e Bob Olson.

No dia 24 de junho de 1947, o lutador sensacional acordou assustado, na noite anterior sonhou que havia matado o adversário Jimmy Doyle, boxeador jovem que enfrentaria na referida data. Doyle era um lutador inexperiente, mas vinha de uma série sem vitórias.

Pouco antes do início do evento, Sugar Ray Robinson demonstrou não querer lutar, os patrocinadores e a organização do evento chegaram a chamar um padre para tentar evitar que o boxeador desistisse.  Após grande insistência, Robinson resolveu lutar, pois descobriu que Doyle usaria o dinheiro da bolsa para comprar uma casa para a mãe.

O campeão não encontrou dificuldades em dominar a ação. Teve vantagens nos 8 assaltos em que seu adversário se manteve de pé, até acertar um gancho de esquerda e levar Jimmy à lona. O pugilista derrotado bateu a cabeça com violência e foi levado às pressas ao hospital, lá acabou morrendo.

A morte de Jimmy Doyle gerou distúrbios raciais, já que o lutador branco havia sido morto por um homem negro.

Após o traumático falecimento do adversário, Robinson usou a bolsa para comprar a casa para a mãe de Doyle e pagou, voluntariamente, uma mesada de 50 dólares ao mês para a família do jovem boxeador morto. Valor que, na época, era bastante considerável.

Devido à morte do adversário, Sugar ficou com efeitos psicológicas para o resto da vida, ele tinha constantes pesadelos com Doyle.

A partir do evento trágico, as federações de Boxe passaram a oferecer, em caso de falecimento durante ou em decorrência do confronto, assistência às famílias dos mortos. As regras para esquiva e clinches, famosos abraços que protegem de sequências violentas de golpes, foram alteradas para trazer mais segurança aos atletas. Além dessas mudanças, os atletas passaram a fazer check-ups médicos antes e após todas as lutas.

Referências:

https://www.boxing247.com/boxing-news/sugar-ray-robinson-and-his-disturbing-death-dream-the-sad-case-of-jimmy-doyle/125707?amp

https://boxrec.com/media/index.php/Sugar_Ray_Robinson_vs._Jimmy_Doyle

https://www.sportscasting.com/sugar-ray-robinson-had-a-disturbing-dream-he-killed-

Please follow and like us: