Entenda a força de Nelson Mandela na história do Século XX, através de 39 fotografias.

Fomos surpreendidos com alguns comentários sobre a vida de Nelson Mandela, a postagem dizia que o líder Africano foi um dos maiores assassinos e monstros da história.

Ao ler esse absurdo, realizamos uma pesquisa aprofundada sobre a vida do homem e trouxemos até vocês um pouco desse material.

Nelson Rolihlahla Mandela, foi um advogado, ativista, líder rebelde e presidente da África do Sul. É considerado um dos maiores símbolos da luta contra a opressão e racismo.

Nascido no seio de uma família da nobreza tribal do clã Madiba, ele se mudou para os centros urbanos onde iniciou os estudos formais, cursou direito e iniciou-se como ativista político.

A África do Sul passava por um regime denominado “Apartheid” onde os espaços e direitos de brancos e negros eram segregados.

Muitos negros tiveram suas casas e terras confiscadas e foram obrigados, por lei, a morar em guetos. Para circular pelas áreas reservadas aos brancos, os negros precisavam carregar passes.

Foi nesse atmosfera que Mandela se destaca como símbolo da luta por igualdade. Ficou preso por 27 anos, saiu da prisão para ser o primeiro presidente negro da África do Sul.

No poder, ao invés de adotar a vingança como política, optou pela reconciliação entre as raças, usando o esporte para realizar essa união.

O racismo ainda é forte na Africa do Sul, mas a participação e protagonismo de Mandela são irrefutáveis.

Aproveitem as fotografias.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e área interna
Nelson Mandela é considerado um dos maiores símbolos de luta do século XX.
A imagem pode conter: 1 pessoa
Fotografia de Nelson Mandela refletida no espelho.
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo
Mandela quando criança, então com 9 anos de idade.
A imagem pode conter: 9 pessoas
70% da população da Africa do Sul era formada por negros, apenas 20% por brancos descendentes de europeus. Esses 20% dominavam a política e as leis.
Em 1948 foi iniciado um conjunto de leis que separavam negros e brancos oficialmente, esse conjunto foi denominado como “Apartheid”.
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
Casamento de Nelson Mandela com Winnie.
Esse é o segundo casamento de Nelson.
A imagem pode conter: 17 pessoas, pessoas sorrindo
Nelson Mandela cursou direito na Universidade de Fort Hare, essa é uma foto de sua turma.
A imagem pode conter: 1 pessoa
Nelson em seu escritório de advocacia, ele defendia negros gratuitamente, e se deparou com um sistema judiciário extremamente injusto.
Foi através desse trabalho que teve contato com grupos ligados ao CNA – Congresso Nacional Africano.
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo
Nelson Mandela saindo de um julgamento, após ter vencido.
A imagem pode conter: 1 pessoa
Nelson Mandela antes de uma reunião com a CNA (Congresso Nacional Africano), organização que o levaria a entrar para a lutar armada.
A imagem pode conter: 1 pessoa
Nelson Mandela com roupas tipicas de sua tribo.
A imagem pode conter: 2 pessoas, área interna
Treinando Boxe sobre um prédio.
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentando
Em sua militância foi símbolo de rebeldia.
Nessa imagem, ele queima um passe para negros.
Quando negros andavam em espaços reservados aos brancos, eles precisavam portar um passe de permissão.
Através dessa atitude, Mandela desencadeou uma série de queimas em toda a Africa do Sul.

Adquira o Livro: Nelson Mandela: Longa Caminhada Até a Liberdade, Vol 1: https://amzn.to/3nJbbMJ

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, sapatos e atividades ao ar livre
A guinada para a luta armada.
Massacre de Sharpeville
Cerca de vinte mil manifestantes reuniram-se em Sharpeville, uma cidade negra nos arredores de Johannesburg, e marcharam calmamente, num protesto pacífico. A polícia sul-africana conteve o protesto com rajadas de metralhadora. Morreram 69 pessoas, e cerca de 180 ficaram feridas
A imagem pode conter: 2 pessoas, atividades ao ar livre
Enterro de corpos dos manifestantes mortos.
Esse evento marcou uma guinada na opinião pública mundial em relação às políticas de segregação racial.
Também marcou o endurecimento do governo com organizações políticas que lutavam pela causa dos negros.
A organização de Mandela é colocada na clandestinidade.
A imagem pode conter: 19 pessoas, pessoas sorrindo
Nelson Mandela viaja para países Africanos em busca de auxilio e treinamento militar.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Foto do Passaporte de Nelson Mandela.
A imagem pode conter: 7 pessoas
Nelson Mandela aprende técnicas de Guerrilha com o povo Argelino.
A imagem pode conter: 3 pessoas
Volta para Africa do Sul, e combate o governo através da luta armada. Formando o movimento MK(a lança da nação).
Com a ajuda da CIA, é preso e acusado de traição de sabotagem.
Nessa fotografia, Mandela desce junto aos seus companheiros para ser julgado por traição.
A imagem pode conter: 21 pessoas, pessoas sorrindo, multidão e atividades ao ar livre
Fotografia da frente do Fórum que Mandela foi julgado com outros companheiros.
A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre
Mandela e companheiros saem do fórum e fazem o sinal dos direitos humanos, símbolo de resistência.

Nelson Mandela é condenado a prisão perpétua, por traição e sabotagem.
Em seu discurso, enfatizou que não se renderia nunca, que lutava por um mundo melhor e continuara lutando de dentro da prisão.
Foi enviado para uma cadeia na Ilha Robben, onde cumpriria sua pena até 1990.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Na prisão costura uma calça.

Adquira o Livro: Nelson Mandela: Longa Caminhada Até a Liberdade, Vol 1

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, quadra de basquetebol, céu e atividades ao ar livre
Fotografia de serviços forçados realizados dentro da prisão. Mandela e seus companheiros quebravam pedras.
A imagem pode conter: 1 pessoa
A situação de conflito na Africa do Sul só aumentava.
A esposa de Mandela, Winnie, ajudou a coordenar a luta contra o governo.
O país, ao longo dos anos 70 e 80 estava a beira de uma guerra civil.
A imagem de Mandela nunca deixou de ser usada como símbolo da luta. De dentro da prisão, ele enviava mensagens de resistência ao povo negro.
A imagem pode conter: 3 pessoas
Soldado batendo em uma criança no Gueto, lugar reservado para negros morarem.
A imagem pode conter: 2 pessoas
Membros do grupo Afrikaner Weerstandsbeweging, grupo nacionalista, protestando contra Mandela, 1991

Em finais da década de 1980 e inicio de 1990, as tensões no país eram tão grandes, que negros e brancos morriam diariamente em conflitos raciais. A opinião pública internacional e o presidente eleito, apelaram para o grande líder Mandela, pedindo para que o mesmo usasse sua influência para parar o banho de sangue.
A imagem pode conter: 14 pessoas, pessoas sorrindo
Multidão aguarda a libertação de Nelson Mandela.
O líder negro entra em acordo com o governo branco, e é libertado.
A imagem pode conter: 7 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, multidão e atividades ao ar livre
Nelson Mandela é libertado e entra no Estádio Soccer City junto a uma multidão de pessoas.
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
Nelson Mandela aparece em fotografia com o então presidente De Klerk. Ele já aspirava a política de conciliação entre as raças.

Solto, Mandela se candidatou a presidência.
Boa parte da população estava sedenta por vingança, a proposta do líder foi de reconciliação
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo
Nelson Mandela votando nele mesmo, em 1993
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
O líder é recebido pelo Primeiro Ministro Canadense, logo após ser eleito primeiro presidente negro da história da Africa do Sul.
A imagem pode conter: 1 pessoa, atividades ao ar livre
Mandela começa a colocar em prática sua política de reconciliação.
Brancos e negros viviam em constante tensão.
O líder teve a brilhante ideia de tentar unir o país através do esporte.
Os brancos gostavam de Rugby os negros de Futebol. A África do Sul possuía uma seleção de Rugby respeitada internacionalmente. Mandela iniciou uma campanha par unir o país através do esporte, usando a competição mundial que aconteceria na própria África do Sul.
Negros e brancos torceram juntos para os time Springboks, o país se unificou em uma só bandeira.

Essa imagem mostra Mandela entregando a taça de campeão ao capitão do time.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Nelson Mandela visita a prisão em Ilha Robben, mostra como ele quebrava pedras, durante o período de trabalhos forçados.
A imagem pode conter: 2 pessoas
Bill Clinton e Nelson Mandela atrás das grades que prenderam o líder Africano durante 27 anos.
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo
Michelle Obama e sua filha visitam Mandela.
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo
O líder realiza uma palestra, vestindo uma blusa que estampa seu número de matrícula na cadeia da Ilha robben: Prisioneiro 46664.
A imagem pode conter: 1 pessoa
Em 2013, uma das últimas fotografias do líder.
Mandela morreu aos 95 anos, devido a complicações no tratamento de uma infecção pulmonar.
A imagem pode conter: 36 pessoas
Mais de 90 chefes participaram do velório de Nelson Mandela.
Nenhuma descrição de foto disponível.
Filas intermináveis para ingressar nos ônibus com destino ao funeral do líder.
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo
Os ex presidentes Sarney, Lula, Dilma, FHC e Collor embarcam juntos com destino ao velório de Mandela.

Adquira o Livro: Nelson Mandela: Longa Caminhada Até a Liberdade, Vol 1: https://amzn.to/3nJbbMJ

Acesse o link abaixo e se cadastre no Kindle, e tenha milhares de e-book na palma da sua mão
Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/32TUgiG

Amazon Music Unlimited – Experimente 30 dias grátis: https://amzn.to/32TtM0z

Aproveite Frete GRÁTIS, rápido e ilimitado com Amazon Prime: https://amzn.to/32QsSBV

Informamos que os preços e a quantidade de produtos disponíveis referem-se à data em que o artigo foi publicado. Ao disponibilizar esses links, a Iconografia da História pode receber uma porcentagem sobre as vendas ou alguma outra compensação.    

Referências:

https://www.nelsonmandela.org/content/page/biography

https://seuhistory.com/…/nelson-mandela-e-eleito-presidente…

http://news.nationalpost.com/…/nelson-mandela-a-life-in-pic…

http://www.independent.co.uk/…/mandelas-prison-this-is-an-i…

https://pt.wikipedia.org/wiki/Nelson_Mandela

Filme Mandela o Caminho da Liberdade – 2013

Please follow and like us: