Black Face na Globo: a polêmica novela Cabana do Pai Tomás

O folhetim foi produzido pela globo no final da década de 1960.
A história girava em torno de uma família de escravizados que lutava contra fazendeiros, nos Estados Unidos, durante o período da Guerra de Secessão.
A obra é baseada em um texto muito criticado de Harriet Beecher Stowe, e pelo fato de mostrar negros “conformados” com a escravidão.

Na época do lançamento não houve polêmica. Mas ao longo dos anos o movimento negro levantou o absurdo da escolha de Sérgio Cardoso, para viver o personagem protagonista Pai Tomás.

Sérgio era um homem branco e pintava o corpo de negro para viver o papel principal da novela.

A versão mais comentada é que os patrocinadores da novela, escolheram o ator para o papel, pois na época, Sérgio Cardoso era um dos nomes mais conhecidos da rede globo e, segundo fontes, não havia um ator negro com a mesma fama de Cardoso.

Por isso a emissora adotou o hábito do cinema americano da “BlackFace”, ou seja, usar um ator branco para interpretar um ator negro.

A atriz Ruth de Souza virou protagonista por indicação e exigência do próprio Sérgio, ela contou certa vez, que atrizes brancas não queriam que seu nome estivesse entre os primeiros créditos da novela.

Era consenso à época, que o ator Milton Gonçalves teria total competência para realizar o trabalho.

A versão da emissora foi que a novela tinha o desafio de fazer um mesmo ator interpretar três papéis, por isso a escolha de Cardoso, experiente ator que já havia feito dois papéis em um mesmo folhetim.

Please follow and like us: