As Orangotangos fêmeas usadas como escravas sexuais em bordéis na Indonésia

Anos e anos lendo curiosidades das mais variadas na grande rede da internet, nós sempre imaginamos que nunca vamos encontrar coisas tão absurdas. Porém, o ser humano tem uma capacidade enorme de surpreender negativamente nossas expectativas.

Pony, a Orangotango usada como escrava sexual

Durante os anos 90, foi identificado um grande mercado clandestino que traficava orangotangos fêmeas, das florestas das ilhas do Pacífico, para servirem como prostitutas em bordéis em países como Tailândia e Indonésia.

As orangotangos fêmeas são levadas à bordéis, amarradas a correntes e obrigadas a transar com homens durante 10, 20 e até 30 vezes ao dia. Sendo violadas e sofrendo maus tratos das mais variadas formas. Segundo ONGs internacionais, os homens optam pelo sexo com os animais por questões econômicas, o sexo com orangotango chega a ser três vezes mais barato que com mulheres.

Orangotangos Pony e Lenne

O Protetores dos direitos dos animais e órgãos que zelam pela conservação dessa espécie contabilizam que 100 animais são traficados por ano. A espécie, composta por apenas 20 mil animais, corre sério risco de extinção, pois a prática tem crescido nos últimos anos.

Referências:
https://www.vice.com/en_us/article/dpdnp7/yo1-v14n10
http://www.iflscience.com/plants-and-animals/shocking-story-sex-slave-orangutan-and-her-rescue/
http://muralanimal.blogspot.com.br/2015/02/orangotangos-femeas-usadas-como.htm

Please follow and like us: