Willie Lynch, o homem que deu origem à palavra “Linchamento”

Entenda quem foi Willie Lynch, o homem que deu origem à palavra “Linchamento” e que ensinava para grandes fazendeiros como tratar os escravos para evitar revoltas.

Willie Lynch foi um proprietário de escravos no Caribe (Caraíbas) conhecido por manter os seus escravizados disciplinados e submissos. Acredita-se que o termo “linchar” (to lynch, lynching: em inglês), se deriva do nome dele. Enquanto a maioria dos proprietários se confrontava com problemas como fugas e revoltas de escravizados, Willie Lynch mantinha um controle e ordem absoluta sobre os seus negros.

Esse poder despertou o interesse dos fazendeiros da América do Norte. Em meados de 1712, Willy Lynch faz uma longa viagem do Caribe para a América do Norte. Depois da sua chegada ao estado da Virgínia e após constatar os problemas que os seus colegas enfrentavam com os escravos sequestrados da África, Willy Lynch decide escrever uma carta onde ele revelaria seu segredo para manter os seus escravos na linha:

A CARTA DE WILLIE LYNCH

“Verifiquei que entre os escravos existem uma série de diferenças. Eu tiro partido destas diferenças, aumentando-as. Eu uso o medo, a desconfiança e a inveja para mantê-los debaixo do meu controle. Eu vos asseguro que a desconfiança é mais forte que a confiança e a inveja mais forte que a concórdia, respeito ou admiração.

Deveis usar os escravos mais velhos contra os escravos mais jovens e os mais jovens contra os mais velhos.

Deveis usar os escravos mais escuros contra os mais claros e os mais claros contra os mais escuros.

Deveis usar as fêmeas contra os machos e os machos contra as fêmeas.

Deveis usar os vossos capatazes para semear a desunião entre os negros, mas é necessário que eles confiem e dependam apenas de nós.

Meus senhores, estas ferramentas são a vossa chave para o domínio, usem-nas. Nunca percam uma oportunidade. Se fizerdes intensamente uso delas por um ano o escravo permanecerá completamente dominado. O escravo depois de doutrinado desta maneira permanecerá nesta mentalidade passando-a de geração em geração”.

Lynch também recomendava que escravizados revoltosos deveriam ser enforcados, mas que antes deveriam passar por uma surra coletiva, para servir de exemplo para outros, já que o enforcamento era muito rápido. Mais tarde, essa prática da surra ficou conhecida como linchamento e foi adotada por quase todo o Sul dos Estados Unidos.

Fonte: D30

Please follow and like us: