O brasileiro que foi à padaria e terminou no Exército Nazista

Confira a história do garoto Horst Brenke, que após acordar com fome e ir buscar um pão, acabou recrutado nas fileiras do exército de Hitler

Ir à padaria é uma atividade corriqueira na vida da maioria das pessoas. No entanto, ir à padaria em plena Alemanha nazista durante a Segunda Guerra Mundial pode ser uma aventura muito maior do que se imagina. No dia 6 de janeiro de 1945, Horst Brenke acordou com fome e decidiu contrariar os apelos de sua mãe e sair para comprar pão.

Horst e seus pais

Ele acabou sendo parado por soldados alemães e viu seu destino ser completamente modificado por causa dessa simples saída de casa. Brenke nasceu em Curitiba, mas era filho de pais alemães, por isso, acabou sendo recrutado para integrar o exército alemão. Mesmo afirmando ser brasileiro, ele foi levado sob a alegação de que se os pais eram alemães, ele também era.

Nesse momento, as tropas alemãs contavam com um efetivo muito pequeno e recrutar soldados se tornava uma tarefa essencial, já que o Exército Vermelho marchava rumo a Berlim e havia a necessidade de homens que pudessem contê-lo.

Assim, Horst Brenke, na época com 18 anos, se viu incorporado ao exército nazista e rumando para combater os russos que se aproximavam cada vez mais.

Horst na época do colégio

Em 28 de abril, sua tropa foi cercada pelos soviéticos e os sobreviventes foram capturados. Desse modo, o jovem brasileiro que só queria comprar pão, acabou se tornando um prisioneiro de guerra e relatou em um caderninho de anotações a experiência inesperada que viveu entre os anos de 1945 e 1946.

Levado para o campo de Stalag VIIIC, o rapaz curitibano enfrentou o frio, a fome e a desesperança e só conseguiu sair da prisão em 19 de maio de 1946. Em julho, chegou a Itália, onde dormiu na rua e em sanatórios até que, finalmente, conseguiu a documentação necessária para voltar ao Brasil. De volta à terra natal, ele reconstruiu sua vida, casou-se, teve sete filhos e morreu em maio de 1984, vítima de um câncer.

Referências:

https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/horst-brenke-o-brasileiro-que-foi-padaria-buscar-um-sonho-e-voltou-com-um-pesadelo.phtml
https://www.gazetadopovo.com.br/ideias/o-curitibano-que-saiu-para-comprar-pao-e-acabou-no-exercito-de-hitler-por-acaso-2fhzl48yphxxfplyvwp3lxju8/
https://paginacinco.blogosfera.uol.com.br/2017/02/23/na-alemanha-nazista-jovem-brasileiro-saiu-para-comprar-pao-e-virou-soldado-do-exercito-de-hitler/
BADARÓ, Tarcísio. “Era um Garoto – O Soldado Brasileiro de Hitler”. São Paulo: Vestígio, 2016.

Please follow and like us: