Bruxas da Noite: as matadoras de nazistas

Conheça a história das “Bruxas da Noite”, mulheres soviéticas que, durante a Segunda Guerra, tinham como missão despejar bombas na cabeça de soldados alemães

Pilotos mulheres das “Bruxas da Noite” recebendo ordens para um ataque que se aproxima.
Credit: Sovfoto/UIG via Getty Images

Bruxas da noite foi um apelido dado pelos próprios soldados alemães às mulheres do 588° Regimento de Bombardeiros Noturnos Soviético. O codinome faz alusão à pontaria e nível de estrago que elas causavam aos nazistas.

Formado exclusivamente por combatentes do sexo feminino, após uma ordem de Stalin para a arregimentação de mulheres, as Bruxas da Noite combateram em solo russo e, principalmente, em Stalingrado. Pilotando pequenos aviões, comandado pela coronel Marina Raskova e dirigido pela major Yevdokia Bershanskaya, o destacamento alistou, inicialmente, mulheres na faixa dos 16 aos 20 anos.


Um avião partidário, o Polikarpov Po-2, durante a Segunda Guerra Mundial. (Foto por: Sovfoto / UIG via Getty Images)

As guerreiras foram parte do terror alemão em solo russo. Em quase dois anos de existência, elas bombardearam o exército alemão em mais de 24.000 missões e despejaram nada mais nada menos que 23.000 toneladas de bombas na cabeça dos nazistas. A perturbação dos bombardeamentos noturnos evitava que soldados germânicos conseguissem dormir, causando, além de muitas mortes, um cansaço físico e mental extenuante nos soldados.


(Crédito: Nikolai Ignatiev / Alamy Stock Photo)

As ações das Bruxas foram decisivas para a vitória do exército vermelho durante a Guerra. Seus membros foram condecorados com as maiores honrarias concedidas pelo Estado Soviético. E o legado dessa história mostra o quanto mulheres foram protagonistas no maior conflito armado que a humanidade já testemunhou.

Marina Raskova, Moscow, 1938.
(Credito: ITAR-TASS Photo Agency/Alamy Stock Photo)


Referências

https://www.history.com/.amp/news/meet-the-night-witches-the-daring-female-pilots-who-bombed-nazis-by-night

https://www.vanityfair.com/culture/2015/06/night-witches-wwii-female-pilots/amp

https://amp.theatlantic.com/amp/article/277779/

https://www.washingtonpost.com/history/2019/03/01/fierce-feared-female-wwii-pilots-known-night-witches/?outputType=amp

Please follow and like us: